Artigos

Uma série de artigos e notícias interessantes sobre saúde e cuidado

Carga Fracionada ou Completa: entenda a diferença e benefícios;

Assim como em todos os segmentos, as mudanças no cenário econômico, avanços tecnológicos e as novas formas de negócio também resultaram em novas estratégias de logística e transporte de carga, tanto a nível nacional quanto mundial. Essas novas estratégias surgiram como resposta à necessidades pontuais do mercado, em constante mudança.

 

Há uma série de fatores que levaram à essas mudanças e criação de novas estratégias de logística e transporte de cargas. Algumas entretanto são mais evidentes; como por exemplo o aumento da digitalização do comércio, aliado ao crescimento de micro e pequenas empresas no Brasil. Esses pontos, aliados à crise econômica mundial, foram determinantes para a busca de alternativas de redução de custos em todos os níveis, incluindo  transporte de mercadorias.

 

Assim, para sanar essas novas necessidades, tanto de economia quanto de despacho de mercadorias que representam uma fração muito pequena de carga, as empresas de transporte investiram em novos modelos de transporte de cargas.

 

Tipos de Transporte de Cargas

 

Existem três tipos diferentes de cargas, que no caso, são consideradas de acordo com a forma como são enviadas em relação à embalagens e espaço físico que consomem: fracionada, unitizada e completa.

 

Neste artigo vamos falar sobre as diferenças e benefícios de cada um dos tipos de carga.

 

CARGA FRACIONADA

 

Nem sempre uma empresa consegue fechar um frete sozinha com suas mercadorias, e para isto existe a opção de enviar sua carga juntamente à outras. A carga fracionada, também conhecida como consolidada, é basicamente a junção de frações de cargas diferentes, que vão para um mesmo destino em algum trecho de seu transporte, sendo posteriormente desconsolidadas e enviadas para seu destino final.

 

Vale pontuar que por segurança e acomodação, as cargas são consolidadas para maior aproveitamento de espaço físico do modal utilizado, auxiliando na agilidade do transporte e também na redução de custos com os mesmos, tanto para o cliente quanto para a transportadora.

 

Antigamente, este tipo de carga não era muito prática, já que exigia um planejamento logístico maior por parte das transportadoras, tanto no recolhimento quanto na distribuição correta e em tempo. Porém, com o avanço da tecnologia e o uso de etiquetas inteligentes que asseguram que as cargas sigam para seu destino correto desde o despacho, este tipo de operação se tornou muito eficaz.

 

CARGA COMPLETA

 

A carga completa é aquela dedicada exclusivamente a um único cliente ou fornecedor, sem priorizar o espaço físico. Também conhecido como carga fechada ou carga lotação. Normalmente este tipo de frete é utilizado por cargas que demandam maior urgência ou empresas que possuem uma quantidade de mercadoria suficiente para lotar o modal de transporte.

 

Outro motivo que pode levar uma empresa a utilizar a carga completa é caso a mercadoria, por regulamentação ou periculosidade, seja de alguma natureza que justifique o transporte exclusivo, como produtos químicos ou remédios.

 

CARGA UNITIZADA

 

Apesar da semelhança com a carga fracionada, a carga unitizada prioriza menos a otimização do uso do espaço físico, porém, divide organiza as cargas em unidades idênticas de lotes pré-determinados e padronizados. A unitização é feita através de paletes, containers ou pré-lingagem (içamento por redes). Dentro de unidades de cargas unitizadas podem estar cargas previamente fracionadas ou completas.

 

A Fíngolo trabalha com todos os tipos de cargas citados acima, utilizando frota própria ou terceirizada. Para maiores informações e orçamentos, entre em contato conosco.

Leia mais:

Transporte Rodoviário de Cargas: o que é e como funciona?
Transporte Rodoviário de Cargas: principais tipos de cargas;

mais artigos relacionados